setembro 11, 2015

O caso de amor entre Lifehouse e Smallville

Depois de dez temporadas, mais de 200 episódios e incontáveis músicas, sempre que penso em Smallville – além do gatíssimo Tom Welling e do inesquecível “somebody saaaaaaaaaave me” – o nome e as músicas da banda Lifehouse me veem à cabeça. É quase impossível dissociar um do outro.

Em especial quando nos referimos a banda como trilha sonora romântica do lenga-lenga da história de amor entre Clark e Lana Leng (Kristin Kreuk).

A banda sempre se fez presente em momentos decisivos na vida desse casal. E desde o primeiríssimo episódio – o pilot – estava lá ao fundo do meigo devaneio do rapaz com Lana. A música em questão é Everything, que também volta a aparecer no último episódio dessa mesma temporada, resumindo em poucos versos o que a mocinha representa para nosso herói alienígena.


And how can I stand here with you
( E como eu posso estar aqui com você)
And not be moved by you?
( E não ser tocado por você)
[…]
Cause you're all I want
(Pois você é tudo o que eu quero)
You're all I need
(Você é tudo o que eu preciso)
You're everything, everything
 (Você é tudo, tudo)

Mas é somente na segunda temporada que a banda finalmente faz juz ao doce de suas músicas, embalando um encontro pra lá de romântico entre Clark e Lana, depois que os pombinhos finalmente resolvem se entender de verdade. Clana é selado ao som de Take Me Away. Que de tão linda e favorita, ganha tradução completa:


This time all what I want is you – Dessa vez, tudo o que eu quero é você
There is no one else – Não há mais ninguém
Who can take your place – Que possa tomar seu lugar
This time you burn me with your eyes – Dessa vez, você me queima com seus olhos
You see past all the lies – Você vê através das mentiras
You take it all away – Você afasta tudo isso
I've seen it all – Eu já vi tudo isso
And it's never enough – E nunca é o suficiente 
It keeps leaving me needing you – Isso continua me fazendo precisar de você

Take me away – Me leve embora
Take me away – Me leve embora
I've got nothing left to say – Eu não tenho mais nada a dizer
Just take me away – Só me leve embora

I try to make my way to you – Eu tento criar meu caminho até você
But still i feel so lost – Mas ainda assim me sinto tão perdido
I don't know what else I can do – Eu não sei o que mais eu posso fazer
I've seen it all – Eu já vi tudo isso
And it's never enough – E nunca é o suficiente 
It keeps leaving me needing you – Isso continua me fazendo precisar de você

Take me away – Me leve embora
Take me away – Me leve embora
I've got nothing left to say – Eu não tenho mais nada a dizer
Just take me away – Só me leve embora

Don't give up on me yet – Não desista de mim ainda
Don't forget who I am – Não esqueça quem eu sou
I know I'm not there yet – Eu sei que ainda não cheguei lá
But don't let – Mas não me deixe
Me stay here alone – ficar aqui sozinho

This time all what I want is you – Dessa vez, tudo o que eu quero é você
There is no one else – Não há mais ninguém
Who can take your place – Que possa tomar seu lugar
I've seen it all – Eu já vi tudo isso
And it's never enough – E nunca é o suficiente 
It keeps leaving me needing you – Isso continua me fazendo precisar de você

Take me away – Me leve embora
Take me away – Me leve embora
I've got nothing left to say – Eu não tenho mais nada a dizer
Just take me away – Só me leve embora
O ponto alto desse caso de amor acontece na quarta temporada quando Lex Luthor (Michael Rosenbaum) consegue que a banda Lifehouse em carne e osso vá tocar no baile de formatura do colégio. E nesse show particular tocam Come Back Down, Blind, Undone e You and Me (Wedding Version)

Essa última canção traz de volta a magia e reacende a chama da esperança de que Clark e Lana voltem a se entender – depois de toda aquela confusão sabe, na qual ele vira um bad boy otário e passa a tentar se redimir pelas merdas que fez por quase duas temporadas.


E bem acertada, a música resume muito bem os sentimentos dos dois pombinhos que mesmo depois de tudo o que se passou ainda sentem o peso da relação mal resolvida, mal acabada, mal iniciada.

I can't keep up, and I can't back down
(Eu não consigo manter o ritmo, e não posso desistir)
I've been losing so much time
(Eu estive perdendo tanto tempo)
'Cause it's you and me and all of the people
(Porque é você e eu e todas as pessoas)
With nothing to do, nothing to lose
(que não tem nada para fazer, nada a perder)
And it's you and me and all of the people and
(E é você e eu e todas as pessoas e)
I don't know why I can't keep my eyes off of you
(Eu não sei porque, eu não consigo tirar meus olhos de você)

Essa ligação só é quebrada na última temporada quando Brainiac (James Marsters) ajuda Clark a perceber que precisa parar de se culpar por tudo de ruim que aconteceu em Smallville e com pessoas como seu pai e a própria Lana.

É ainda mais interessante que Everything tenha sido escolhida para tocar na cena. Não bastava ter aparecido no episódio piloto da série ou ter sido a música que embalou pela primeira vez o amor pueril do jovem Kent e ter marcado seu romance conturbado. Ela ainda serviu para fechar de vez essa relação passada e deixar que ele pudesse seguir em frente com uma das figuras mais emblemáticas da mitologia do Super-Homem: Lois Lane (Erica Durance).

Por tudo o que aconteceu ou deixou de acontecer, era fato que o romance entre Clark e Lana teria que ficar em algum lugar do passado (*ba dum tshhh! Foi mal, não resisti), mas o caso de amor entre a série e Lifehouse continuará sendo uma de suas melhores combinações.


Smallville foi um seriado da extinta Warner Bros. e passou para as mãos da The CW nos anos finais de sua existência. Com 10 temporadas, a série recontou a juventude de um dos heróis mais conhecidos da cultura pop: o Super-Homem.
Lifehouse é uma banda norte-americana de rock alternativo que está em atividade desde 1999.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE E/OU RECLAME